Segurança industrial: Como garantir a segurança em sua empresa

Quando falamos em segurança ela pode ter diferentes significados e tudo vai depender do ponto de vista de cada um. Mas quando falamos em segurança industrial estamos falando de um conjunto de ações e medidas que visam a proteção do profissional em seu ambiente laboral.

Por isso, a segurança industrial pertence à classe de equipamento de proteção coletiva (EPC), que atende a segurança do ambiente e tem como objetivo prevenir acidentes como: incêndios, explosões e vazamento de substâncias perigosas.

E tudo tem início com a preparo adequado do ambiente, associado a proteção individual (EPI) dos profissionais. Que juntas produzem a segurança e minimizam qualquer tipo de acidente com a equipe e o local.

Com isso, as empresas devem se preparar com treinamentos e conscientização para garantir que os profissionais possam trabalhar protegidos e com tranquilidade.

Segurança Industrial

A segurança industrial é de extrema importância nos setores industriais de alto risco, por ser considerada uma salvaguarda da vida humana e das propriedades, principalmente em industrias com:

  • Siderurgia
  • Transporte
  • Metalurgia
  • Mineração
  • Construção
  • Petrolífera e de gás

As indústrias podem ter suas equipes acometidas tanto por lesões, doenças e fatalidades decorrentes de elementos químicos e equipamentos utilizados na produção.

E todas as medidas de segurança industrial são importantes por vários motivos, porém podemos destacar os principais, como:

  • Estabelece um ambiente de trabalho de qualidade
  • Mantém o corpo de funcionários capacitados
  • Minimiza possíveis custos com indenizações

Isso quer dizer que a empresa não é apenas responsável pelo pagamento de indenização, determinado por lei. Mas a jurisprudência responsabiliza legalmente a empresa pelo não fornecimento de condições saudáveis de trabalho ao profissional.

A empresa pode ser penalizada judicialmente pelo caso e ainda fica com o processo em seu nome. Em casos mais graves, como em caso de morte, a empresa arcará com a indenização de todos os herdeiros.

Apesar da situação ser devastadora para ambos os lados. Cabe a empresa integrar a segurança industrial em todos os processos e em qualquer ambiente, estabelecer e executar um sistema eficaz de gestão para evitar riscos de acidentes irreversíveis.

Porém sempre visando um ambiente laboral de qualidade e com profissionais capacitados, automaticamente os custos com indenizações trabalhistas serão reduzidos e até mesmo evitados.

Como garantir a segurança industrial

Como já falamos anteriormente investir em segurança industrial é realmente uma prioridade. Porém, não adianta investimento sem aplicação de boas práticas dentro de uma empresa. Porém para maximizar o nível de segurança em sua empresa é importante que você:

1-Invista em equipamentos de proteção

Os equipamentos individuais e coletivos de proteção devem ser de qualidade e certificados e fornecidos aos profissionais sem custo algum. Porém os profissionais devem ser orientados e treinados quanto ao uso adequado, guarda e conservação do EPI.

Também é de responsabilidade do profissional utilizar o EPI apenas para a finalidade a que ele se destina e comunicar ao empregador qualquer alteração que torne o EPI impróprio para uso.

Podemos citar alguns exemplos de equipamentos de proteção que são importantes para a segurança industrial, como:

  • Luvas
  • Capacetes
  • Mangotes
  • Botas
  • Óculos de proteção
  • Insufladores de ar
  • Trava-quedas (em casos de trabalho em alturas)

2. Cuidado com o ambiente de trabalho

É muito importante que o ambiente de trabalho seja adequado em relação às atividades que são desenvolvidas pelos funcionários.

Espaço completamente fechado deve ser projetados com materiais não inflamáveis, e conter uma boa passagem de ar. Já em trabalhos de risco, como por exemplo, em grandes alturas, o equipamento deve ser sempre testado antes.

3. Aposte em um bom treinamento

Os treinamentos direcionados à atividades dos profissionais são ótimos para evitar acidentes, principalmente para os iniciantes.  O treinamento e orientação tem um poder de conscientizar.

Invista em treinamentos especializado em situações emergenciais. Já os treinamentos das atividades diárias devem ser repetidos regularmente para garantir os cuidados por parte dos profissionais.

4. Tenha uma excelente fiscalização

É de responsabilidade da empresa orientar e repassar as medidas de segurança aos funcionários. Porém, a fiscalização deve ser mantida para que as normas instauradas sejam cumpridas.

Isso porque muitos trabalhadores não cumprem as normas, seja tanto por vontade própria ou por desatenção. E por isso que deve ser constante as orientações quanto ao uso de equipamentos e a segurança no ambiente laboral.

Para isso, aposte em indicadores para avaliar a qualidade dos treinamentos e invista em atualizações. Analise o número de acidentes por setor e certifique-se o número está diminuindo ou não. Dessa forma, você vai conseguir analisar se todas as medidas que foram implementadas estão dando certo.

Por fim, podemos ver que nada melhor para garantir a segurança industrial do que treinamentos, conscientização, além de um bom sistemas de gestão e manter uma comunicação clara e objetiva.

E sem se esquecer que adquirir EPIs de qualidade e certificados onde você terá um grande diferencial e proporcionará maior segurança e proteção para toda sua equipe.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.